RETORNO PRESENCIAL SEGURO: VACINE-SE E USE MÁSCARA


A Universidade é um ambiente onde se faz ciência. E como tal, deve pautar-se na ciência. A Organização Mundial de Saúde (OMS) decretou a pandemia de Covid-19 em março de 2020 e esta situação permanece até os dias atuais.

No Distrito Federal, segundo o Boletim Epidemiológico nº 757, publicado em 03/06/2022, da Gerência de Epidemiologia de Campo Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Subsecretaria de Vigilância em Saúde vinculada à Secretaria de Saúde do Distrito Federal, a taxa de transmissão está em 1,43 e, pelo fato de estar acima de 1,0, tende a indicar o avanço da epidemia e não o seu arrefecimento. Essas informações científicas, obviamente, não permitem a suspensão das medidas preventivas de utilização de máscaras e atestado de vacinação.

No último dia 02/06/2022 a Secretaria Adjunta de Assistência à Saúde do Distrito Federal enviou o Ofício Nº 242/2022 - SES/SAA, apresentando a deliberação do COE-COVID-19 pela necessidade de retorno do uso de máscaras em ambientes fechados e aglomerados para redução da velocidade de transmissão e ampliação da vacinação e adesão à dose de reforço contra COVID-19 no Distrito Federal.

A Universidade de Brasília tem respaldo suficiente para, em conformidade com os deveres de prevenção e precaução e no uso da autonomia, envidar esforços para que exigências formais de defesa da saúde prevaleçam.

Desde o início da pandemia, a ADUNB tem oferecido sua contribuição e colaboração para atenuar os efeitos da pandemia junto à comunidade da UnB, trabalho desenvolvido principalmente na esfera do Comitê Unb pela Vacinação.

No final de maio a ADUnB S Sind. encaminhou à Administração Superior da UnB solicitação de encaminhamento às instâncias deliberativas, na forma do Estatuto e Regimento, pleiteando a adoção de medidas efetivas para a proteção de toda a comunidade universitária, em especial a continuação da obrigatoriedade do uso de máscara nas edificações administrativas e acadêmicas, além da apresentação do atestado de vacinação completa contra a COVID-19 ou a contraindicação médica para a vacinação.

Entendemos que a adoção de medidas efetivas respaldadas por decisões das instâncias deliberativas da UnB é imprescindível. A ADUnB S Sind. defende a adoção de ações para a proteção da comunidade, contudo, tais deliberações não podem tornar o(a) docente responsável pela fiscalização e controle sanitário conforme a Circular nº 1/2022/DEG/DPG/DAC, de 03/06/2022.

Dessa forma, reiteramos a necessidade da defesa da vida com a priorização das condições de segurança sanitária de toda a comunidade acadêmica para um retorno minimamente seguro.

VACINE-SE E FAÇA O USO ADEQUADO DE MÁSCARAS!

SAÚDE É DIREITO E DEVER DE TODOS!