Repúdio ao descarte de microdados promovido pelo INEP


A ADUnB se alinha a todas entidades educacionais e científicas que repudiam o descarte de microdados promovido pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O INEP tenta justificar sua decisão com base na LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), o que carece de qualquer fundamento legal e resultará no impedimento de elaboração de políticas públicas que respondam às necessidades da população, incluindo a avaliação do impacto da pandemia na população, dificultando ainda mais nossa saída da crise provocada pela pandemia.


Abaixo, leia a íntegra do Posicionamento publicado pelas entidades:

PautasPoliticas_Inep_Posicionamento_MicrodadosEnem_2022_02_22_FINAL_ok_mcnZoM2
.pdf
Download PDF • 1.53MB