Orgulho e Resistência LGBTQIAP+




Em 1969, no dia 28 de junho, cansados de serem amedrontados, acuados e perseguidos pela polícia da cidade de Nova York, pessoas LGBTQIAP+ e Drag Queens, rebelaram-se e provocaram a Revolta de Stonewal. Desde então o mês de junho passou a ser de resistência pelos direitos dessas comunidades.


Passados um pouco mais de 50 anos desde o marco histórico, ainda vemos muitas manifestações contrárias à liberdade e orientação sexual dos indivíduos. No Brasil, o atual presidente da república, Jair Bolsonaro, debocha publicamente da população LGBTQIAP+ e tenta associar essas pessoas à 'destruição da família’, mostrando que o caminho pelo reconhecimento dos direitos, dignidade e respeito ainda é longo, embora não sem luta. O não reconhecimento dos seus direitos e o incentivo da ação preconceituosa e homofóbica faz do Brasil um país violento para a população LGBTQIAP+. É preciso reafirmar essa luta, é necessário somar forças pelos direitos de todos/as.