Nota de repúdio à agressão de PM contra professor de comunidade quilombola

A ADUnB repudia a violência sofrida pelo professor de uma comunidade quilombola da região de Monte Alegre de Goiás (GO), que foi agredido covardemente por um aspirante a oficial da Policial Militar na noite de terça-feira (1/9).

De acordo com o portal G1, durante uma abordagem, o policial atacou o professor com diversas coronhadas no rosto e atirou contra ele. Os tiros atingiram o braço do jovem.


O sindicato exige rigorosa apuração do caso pelas autoridades locais, com as devidas providências e medidas legais cabíveis, e se solidariza com o professor e a comunidade.


Posts recentes

Ver tudo