Nota de pesar - Prof. Todorov


A ADUnB lamenta informar o falecimento do professor João Cláudio Todorov, ocorrido ontem (08). Um dos fundadores da ADUnB, Todorov presidiu a assembleia de fundação, em maio de 1978, e de 1978 a 1980 presidiu esta associação.


Professor Emérito e Pesquisador Associado, Todorov desenvolveu uma profícua carreira acadêmica na UnB e em outras instituições acadêmicas. Chegou na UnB em 1963, após graduar-se em Psicologia na USP como instrutor no recém fundado Departamento de Psicologia, coordenado pela professora Carolina Bori.


De 1964 a 1965, foi presidente da Associação dos Instrutores da Universidade de Brasília. Em 1965, afastou-se para doutoramento na Arizona State University, onde, em 1969, obteve o título de Ph.D. Antes de retornar para a UnB, em 1973, Todorov exerceu atividade de ensino e pesquisa no Institut For Behavior Research, em Maryland, na University of Virginia, nos EUA, e na Universidade de São Paulo, campus de Ribeirão Preto. Em 1977, foi professor visitante da Universidad Nacional Autónoma de México, UNAM, e durante o ano de 1990 foi fellow da Fullbrith na State University of New York.


Na UnB, assumiu os cargos de Decano de Pesquisa e Pós-Graduação (1985), Vice-Reitor (1985-1989) e Reitor (1993-1997). Criou o laboratório de Análise Experimental do Comportamento, onde desenvolveu uma longa e profícua trajetória de pesquisa, tornando o laboratório referência nacional na área. Em 2000, aposentou-se da UnB, mas continuou a atuar no Departamento de Processos Psicológicos Básicos como pesquisador associado, orientando alunos de mestrado e doutorado e de iniciação científica. Teve, também, vínculos com a Universidade Católica de Goiás e com o Instituto de Ensino Superior de Brasília.


Durante sua carreira acadêmica Todorov fez importantes contribuições para o desenvolvimento da Psicologia como disciplina científica no Brasil, em especial a Análise do Comportamento. Além da produção de conhecimento, ensino e formação de recursos humanos, sua participação administrativa foi também fundamental para a luta e a manutenção de um ensino superior público de qualidade, ajudando a consolidar o papel histórico da UnB e da ADUnB na defesa desses ideais.