Greve Geral do dia 18 de março está mantida no DF



A mobilização da greve geral do dia 18 de março está mantida em todo o Distrito Federal (DF). A decisão foi tomada em reunião nesta sexta-feira (13/3) na Central Única dos Trabalhadores (CUT-DF), com ampla participação das centrais sindicais e movimentos sociais.


O entendimento das entidades foi de que o ato na Esplanada dos Ministérios é apenas um dos aspectos da paralisação, e sua viabilidade será avaliada coletivamente na segunda-feira (16/3), de acordo com o quadro em relação ao COVID-19 e ao decreto do Governo do DF, que suspendeu, até a próxima segunda-feira, a realização de eventos com grande aglomeração de pessoas.

Professores(as) da UnB decidiram paralisar no 18M. Foto - Hugo Pereira/ADUnB

Mais de 40 universidades federais estarão paralisadas no dia 18. A greve é unificada com todas as Centrais Sindicais. Na Universidade de Brasília, os(as) professores(as) decidiram pela paralisação em Assembleia Geral realizada nesta quarta-feira (11/3). “Nossa categoria continuará mobilizada contra os ataques do governo aos nossos salários, trabalho e carreira”,afirma o presidente da Associação dos Docentes da UnB (ADUnB), Luis Antonio Pasquetti.


Ato no Congresso Nacional

As entidades decidiram protocolar na tarde desta sexta-feira, no Congresso Nacional, um ofício pedindo a suspensão da tramitação de todas as PECs que prejudiquem a saúde, a educação e os servidores públicos. As entidades reivindicam que sejam priorizadas as propostas de fortalecimento do SUS, “um sistema que é exemplo de saúde pública no mundo, e que será capaz de defender a população brasileira no contexto desta pandemia”, reforçou Pasquetti.

Links Úteis

Assessoria de Comunicação

De 9h às 18h, de segunda à sexta-feira.

acs@adunb.org.br

(61) 98280 0418