FestUni estreia na Universidade de Brasília

Atualizado: 22 de Out de 2019



Em momento político nacional de desvalorização da cultura e da educação, o cinema de Brasília renova um de seus mais importantes espaços de exibição, premiação e formação. Com filmes produzidos por jovens cineastas do país, o Festival Universitário de Brasília (FestUni) é realizado pela primeira vez no campus da UnB e pretende criar a sua própria identidade - as primeiras edições aconteceram dentro da programação do Festival de Brasília do Cinema Nacional.


Na abertura do festival, que aconteceu na noite de quinta (10), a professora Dácia Ibiapina (Faculdade de Comunicação/UnB) destacou a importância das mostras e festivais para a formação dos estudantes de cinema, audiovisual e artes. Organizadora do evento, ela lembrou que o próprio Festival de Brasília se iniciou na Universidade.  "Nasceu pelas mãos dos professores, dos estudantes do curso de cinema da UnB e depois ele cresceu e se transformou no que é hoje", disse. O FestUni teve sua primeira edição no cinquentenário daquele que é o mais tradicional festival de cinema no país. 


O organização trabalha para dar cara nova ao festival. O professor e diretor da Casa da Cultura da América Latina (CAL), Alex Calheiros, disse que momento é de renovação e criação de identidade própria: "O Festival e a Universidade, pela história que têm, com o primeiro curso de cinema do país, tem toda a condição de agora começarem a criar a sua própria identidade. Assumir o festival sem depender de outros festivais que fazem sombra a ele. Acho que temos condições de avançar muito mais nos próximo anos".


Luta pela cultura e educação



Diretora da ADUnB, a professora Liliane Machado (FAC) falou sobre o momento de desvalorização da política de incentivo cultural no país e por isso a importância de festivais como o FestUni. "A classe cinematográfica lutou muito para conseguir que houvesse nesse país políticas públicas voltadas para o cinema. A tentativa de fazer com que esses patrocínios, com que as políticas públicas sejam censuradas pela ideologia de algumas pessoas por questões morais, não cabem no estado laico", disse. Segundo ela, a ADUnB trabalha para dar espaço à arte e à cultura e por isso apoia a produção dos futuros cineastas. 


Em entrevista à ADUnB, a professora Dácia Ibiapina destacou a importância do patrocínio da Associação e também o contexto político desfavorável para a cultura e para a educação. "Pensamos em fazer na ADUnB pois o auditório é maravilhoso e por que a nossa luta pela cultura e pelo direito de produzir audiovisual e cinema é muito semelhante à luta pelos direitos das universidades públicas, dos professores, alunos e funcionários", ressaltou.


A noite de abertura contou ainda com a participação do deputado distrital Fábio Felix. Foram exibidos os filmes Bicha-Bomba (Unespar), Humanas (Unama), Arco do Tempo (UFRB), Só sei que foi assim (UFPEL), MC Jess (UFRJ), Corpus (UnB) e Rebento (UniJorge).


Programação


O evento apresentará 21 filmes de curta-metragem vindos de universidades, Institutos Federais e escolas de cinema de todo o Brasil, as sessões começam às 19h. No dia seguinte à exibição, acontecem debates, sempre às 10h. O encerramento acontece domingo, às 19h, na ADUnB, com o Troféu Jean-Claude Bernardet (Melhor Filme Júri Oficial, Melhor Filme Júri Popular e Melhor Direção Júri Oficial).

A comissão de seleção foi composta por Érika Bauer (professora da Faculdade de Comunicação da UnB e cineasta), Mike Peixoto (professor da Faculdade de Comunicação da UnB, cineasta e crítico de cinema), Emilia Silberstein (professora da Faculdade de Comunicação e cineasta), Amanda Devulsky (cineasta) e Marcus Azevedo (cineasta). A curadoria do Festival recebeu a inscrição de 225 obras.


O projeto é uma atividade de extensão da UnB e uma realização da FAC, com patrocínio da ADUnB, o apoio da Casa de Cultura da América Latina (CAL) e do Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual (FORCINE). A organização é formada por professores e alunos.


Veja a programação do FestUni:




Posts recentes

Ver tudo

Eleição ADUnB: nota de esclarecimento

A Comissão Eleitoral Local (CEL) vem esclarecer, sobre a solicitação de contatos realizada nesta sexta (18), que o pedido foi feito para ajustes finais na lista de atualização que será divulgada ainda

Links Úteis

Assessoria de Comunicação

De 9h às 18h, de segunda à sexta-feira.

acs@adunb.org.br

(61) 98280 0418