conteúdo da página Comissão da Câmara dos Deputados aprova moção de desagravo à UnB contra ataques de Weintraub

Comissão da Câmara dos Deputados aprova moção de desagravo à UnB contra ataques de Weintraub


Ministro da Educação Abraham Weintraub na Câmara dos Deptuados. Foto: Agência Cãmara

A Comissão de Legislação Participativa (CLP) da Câmara dos Deputados aprovou, na última terça (17), requerimento para moção de desagravo à Universidade de Brasília, devido aos ataques sofridos pela instituição por parte do ministro da Educação, Abraham Weintraub.


Foram 17 votos a 12 em favor da nota. O texto é uma resposta às falas de Weintraub sobre “plantações extensivas de maconha” em universidades federais concedidas em entrevista a veículo de comunicação e reiteradas pelo mesmo em convocação da Comissão de Educação da Câmara. Convidado pelos parlamentares a explicar a declaração, ele repetiu suas falas e citou como principais exemplos a UNB e a UFMG.


O pedido da moção foi feito pela deputada Erika Kokay (PT/DF), para quem as falas de Weintraub “atentam diretamente contra o princípio constitucional da autonomia universitária, da impessoalidade e da legalidade na Administração Pública.”


Os deputados classificam como “desarrazoada” a postura de Weintraub à frente do Ministério da Educação. Suas declarações, segundos o documento, são “dignas do mais absoluto repúdio”. O texto afirma que é prática reincidente do ministro de "“colocar as universidades, os estudantes, os professores e a educação pública como inimigos, destilando contra os mesmos inomináveis ataques e mensagens persecutórias”.


“Sendo assim inadmissível que um ministro de Estado faça uso de tão relevante cargo para propalar informações inverídicas, com o fiel objetivo de violar o princípio constitucional da autonomia universitária, além dos princípios da impessoalidade e da legalidade na administração pública” diz a nota, que reafirma o compromisso dos parlamentares com a defesa intransigente da UnB.


Leia o requerimento da moção de desagravo aprovado


Foto: Agência Câmara





Links Úteis