Centrais sindicais fazem ato unificado virtual neste no dia do(a) trabalhador(a)

Trabalhadores(as), políticos, sindicalistas, religiosos e artistas participarão de evento virtual nesta sexta-feira (1). A ADUnB será representada com a fala do presidente Luís Antônio Pasquetti, às 15h.



As centrais sindicais se uniram neste 1° de maio de 2020 para defender a saúde, o emprego, a renda e a solidariedade para os(as) trabalhadores(as) brasileiros(as). Pela primeira vez na história, devido à pandemia, o ato unificado será uma manifestação virtual, das 10h às 15h30 da sexta-feira.


O formato de transmissão online ao vivo foi escolhido para proteger os(as) trabalhadores(as) do Covid-19, que já infectou milhões de pessoas em todo o mundo. Protegidos em casa, os(as) trabalhadores(as) se mobilizarão pelas redes sociais.


Os professores da Universidade de Brasília (UnB) serão representados pelo presidente da ADUnB, o professor Luis Antonio Pasquetti, que terá fala às 15h. Ele lembra que os(as) docentes universitários fazem parte do conjunto dos(as) trabalhadores da Educação Pública brasileira e que têm um papel fundamental na produção da ciência, da tecnologia, da inovação, do ensino, da extensão e da aprendizagem no país.


“Fomos muito atacados por parte do atual ministro da Educação, pelo Governo Federal, que nesse momento de pandemia boicota prefeitos, governadores a ciência os especialistas na área da saúde”, diz Pasquetti, lembrando ainda o ataque sofrido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que sofreu cortes com a Emenda Constitucional 95. “Nesse dia, conclamamos que todos fiquem em casa com saúde mas ativos nas redes sociais em defesa da educação pública brasileira e em defesa da sociedade”, termina.


Reflexão, arte, luta e solidariedade


Com o tema “Saúde, Emprego, Renda: um novo mundo é possível com solidariedade", o ato unificado contará com reflexões sobre os direitos dos trabalhadores e a luta pela democracia e sobre o direito da classe trabalhadora de se organizar sindicalmente, ser ouvida e respeitada. Será um dia de reflexão, música e ações solidárias.


O evento contará com a participação de representantes de organismos internacionais, como Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Internacional do Trabalho (OIT). Entre os convidados do evento, estão ainda adversários políticos e ex-presidentes, como Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Também deve encaminhar mensagem o ex-candidato Ciro Gomes (PDT).


Confirmaram a participação também o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), a ex-candidata presidencial Marina Silva (Rede) e o líder do PV José Luiz Penna. Estarão presentes representantes dos partidos PT, PCdoB, PSB, PDT, Psol, PSTU, Rede, SD e PV. São aguardadas as confirmações dos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.


O evento contará com representantes de várias religiões. O papa Francisco foi convidado, mas, segundo os organizadores, caso não possa enviar uma mensagem, um representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) falará no evento.


Dentre os artistas e personalidades confirmadas estão Leci Brandão, Chico César, Danny Glover, Roger Waters, Zelia Duncan, Odair José , Dead Fish, Fernanda Takai, Aíla, Aline Calixto, Bete Mendes, Preta Ferreira, Mistura Popular, dentre outros.


Além das redes sociais, as manifestações, pronunciamentos e apresentações artísticas terão transmissão da TVT, Rádio Brasil Atual e RBA.

A ADUnB também transmitirá em suas redes sociais.





Links Úteis

Assessoria de Comunicação

De 9h às 18h, de segunda à sexta-feira.

acs@adunb.org.br

(61) 98280 0418