Assembleia Geral referenda decisão do CR sobre Regime de Trabalho


Docentes também decidiram aderir às paralisações do dia 19


A Assembleia Geral Extraordinária Virtual da ADUnB, realizada nesta quinta-feira (13/05), referendou por unanimidade a decisão do Conselho de Representantes que, no último dia 30/04, igualmente por unanimidade, rejeitou a proposta de Minuta em discussão no CEPE sobre Regime de Trabalho, em defesa da categoria, da Educação Pública, da histórica bandeira da DE e, principalmente, do modelo de Universidade que queremos.


Os docentes também aprovaram a adesão da categoria docente da UnB à paralisação nacional, no próximo dia 19 de maio, contra o Projeto de Lei (PL) 5.595/2020, que prevê a suspensão das aulas remotas, obrigando ao retorno do modo presencial mesmo durante o mais grave momento da crise sanitária provocada pela pandemia da covid-19. Com apenas uma abstenção, a adesão propõe as seguintes atividades em conjunto com o ANDES:


- Live “Essencial é a Vida”, para apresentar e debater pontualmente o PL 5.595/2020;

- Campanha de pressão nas redes;

- Entrevistas nas TVs e outros espaços;

- Proposição de carreatas nos estados; e

- Somar forças na agenda unitária, de 26 e 29 maio, nas pautas vacina e auxilio digno.



Nota de repúdio


Ao final da reunião, foi aprovada uma nota de repúdio aos mais recentes ataques de Israel ao povo palestino. Leia íntegra da Nota.



Análise Jurídica


Ementa: MINUTA DE RESOLUÇÃO PROPOSTA. CEPE. REGIME DE TRABALHO. DEDICAÇÃO EXCLUSIVA.