Assembleia Geral Extraordinária | Encaminhamentos Campanha Salarial


Na Assembleia Geral Extraordinária realizada na tarde de ontem (23), de forma virtual, via plataforma Zoom, em cumprimento aos protocolos de segurança contra a covid-19, a mesa diretora composta pelas professoras Eliene Novaes e Patrícia Pinheiro, mais o professor Jacques de Novion, respectivamente, diretoras e presidente da ADUnB, o tema principal foi a campanha salarial nacional de servidores e servidoras federais e a proposta de adesão à greve unificada.



Para embasar os associados e as associadas participantes no debate e votação das pautas que determinariam a posição do ADUnB na campanha, foram apresentados os encaminhamentos e agendas do Fonasefe e ANDES.

Após os debates foram deliberados na assembleia os seguintes encaminhamentos:


1) Adesão à agenda de lutas do Fonasefe/ANDES:


- 29, 30 e 31.03: Jornada de Luta, em Brasília, com caravanas de base de todo Brasil;


- 30.03: Ocupa Brasília.


- 01.04 – Ato Pelas Liberdades Democráticas: Ditadura Nunca Mais, convocado pelo ANDES-SN, na cidade de Porto Alegre (RS);


- 07.04 – Dia Mundial da Saúde. Fortalecer atos que ocorrerão em todo Brasil destacando a defesa do SUS;


- 09.04: Dia Nacional Fora Bolsonaro, construído pelo Comando Nacional de Luta pelo Fora Bolsonaro;


- 11 a 14.04: Rodada de Assembleias


2) A assembleia ratificou as seguintes propostas:


- que o ANDES avalie a possibilidade de apoiar as seções sindicais com até 200 sindicalizados e sindicalizadas na base, para envio de representação à Brasília no período de 29, 30 e 31 de março; convocar Comissão Nacional de Mobilização; as S.Sind. que desejarem participar das ações em Brasília podem solicitar ao Fundo Único, na parte de mobilização, justificando que estão com dificuldades financeiras; levantar informações sobre a realidade das demais categorias no processo de construção da greve;


- manter as mobilizações e o processo de construção da greve unificada dos SPF a partir da Agenda do FONASEFE, pois entende-se que não existe um prazo delimitador para manutenção dessas ações;

3) Encaminhamentos da ADUnB


Por maioria (41 votos), a assembleia deliberou pela manutenção do Estado de Greve, contra 5 votos favoráveis à adesão à greve, e duas abstenções.

Na sequência, votou-se em bloco, ainda, os seguintes encaminhamentos:


- realizar debates sobre questões salariais nas Unidades;


- no dia 06.04, na Praça Chico Mendes, na UnB, realizar ato presencial em conjunto com o SINTFUB e o DCE, fortalecendo a campanha salarial internamente e em defesa da Universidade Pública;


- realizar ou buscar estudos sobre a importância da greve, demonstrando que ela é a forma que temos para assegurar direitos e conquistas;


- ampliar divulgação de motivos para adesão à greve;


- realizar Assembleia Geral Extraordinária, de forma presencial, entre os dias 11 e 14.04, conforme cronograma de luta do ANDES. A ADUnB fará ampla divulgação do dia e horário definidos para essa AGE.