ADUnB recebe a partir de amanhã a 64º edição do Conselho Nacional do ANDES-SN


Entre os dias 11 e 14 de julho, Brasília recebe a 64º edição do Conselho Nacional do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN). Sob o tema “Em defesa da educação pública, dos direitos sociais e das liberdades democráticas” o evento, que será realizado na Universidade de Brasília (UnB), é organizado em parceria com a ADUnB Seção Sindical.

O 64º Conad é realizado em meio a um contexto de lutas aos constantes ataques à educação pública e a Previdência Social provenientes do atual governo. Universidades, Institutos Federais e CEFET sofrem com cortes de verbas, ataques à liberdade de aprender e ensinar e com a flexibilização de direitos. Pesquisas na área de Ciência e Tecnologia, por exemplo, já estão sendo impactadas com o contingenciamento apresentado pelo atual governo, assim como ações de extensão e pesquisa das instituições de ensino.

Segundo Antonio Gonçalves, presidente do ANDES-SN, o CONAD acontece numa conjuntura em que a política educacional é um dos principais alvos de ataques do governo federal de extrema-direita. ‘‘A defesa da Educação tem mobilizado a classe trabalhadora, como pudemos constatar no 15M e 30M, assim como na Greve Geral de 14 de junho. A reunião do Conselho do Andes-SN reveste-se de extrema importância, pois avaliaremos as ações executadas até aqui e atualizaremos nosso plano de lutas", pontua.



Durante o evento, os docentes terão, ainda, a missão de atualizar os planos de lutas aprovados no 37º Congresso do Sindicato Nacional, realizado em janeiro de 2019, além de deliberar sobre trabalhos que constituirão uma parte importante na ferramenta de luta da categoria docente para o enfrentamento do quadro político atual, reforçando o caráter combativo, democrático e autônomo do ANDES-SN.




Luis Antonio Pasquetti, presidente da ADUnB, afirma que este é um momento crucial para a Educação Pública Brasileira. "O ensino, no Brasil, está sofrendo ataques sistemáticos do MEC. Temos lutado a favor da Autonomia Universitária, da Liberdade de Cátedra e contra os Cortes no Orçamento’’, reforça.

12 de Julho

Docentes, estudantes e trabalhadore(a)s de todo o país realizarão, no dia 12 de julho, um Grande Ato em Brasília, com o objetivo de defender a educação pública e lutar contra a Reforma da Previdência. O ato, inicialmente proposto pelo movimento estudantil, será realizado na sexta-feira, a partir das 10h, com concentração no Museu da República e contará com a participação dos docentes.

O ANDES-SN, juntamente com as centrais sindicais, está construindo o ato que reforçara a luta contra a reforma da previdência em defesa da educação e do emprego. Além disso, as entidades têm orientado mobilizações nos estados e cidades, reforçando, por exemplo, a coleta do abaixo-assinado contra a reforma. O documento será entregue no Congresso Nacional no dia 13 de agosto.


SERVIÇO:


64º CONAD


Tema: “Em defesa da educação pública, dos direitos sociais e das liberdades democráticas

Data: 11 de julho a 14 de julho de 2019

Local: Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (Adunb SSind.), Campus Universitário Darcy Ribeiro, gleba A, Casa do Professor - Brasília/DF


Fonte: ANDES-SN

Posts recentes

Ver tudo

Eleição ADUnB: nota de esclarecimento

A Comissão Eleitoral Local (CEL) vem esclarecer, sobre a solicitação de contatos realizada nesta sexta (18), que o pedido foi feito para ajustes finais na lista de atualização que será divulgada ainda

Links Úteis

Assessoria de Comunicação

De 9h às 18h, de segunda à sexta-feira.

acs@adunb.org.br

(61) 98280 0418