ADUnB lança convocatória artística sobre memória da ditadura no Campus

Para reafirmar a Universidade de Brasília como espaço de liberdade e memória, a Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (ADUnB) e a Diretoria de Difusão Cultural (DDC/DEX/UnB), lançam a convocatória para a residência artística “Território Livre”, que pretende sinalizar espaços e roteiros históricos do Campus Darcy Ribeiro no contexto da ditadura militar e criar espaços de convivência e livre debate de ideias na Universidade. As inscrições seguem até o dia 22 de julho, abertas para membros da comunidade interna e externa à UnB. Acesse aqui na íntegra.

UnB: Território Livre

Em 2019, diante dos inúmeros ataques à educação pública brasileira, a universidade reconstituiu a a Comissão Memória UnB, que pretende levantar propostas para o resgate da memória de repressão da qual foi alvo durante a ditadura militar.

A expressão ‘UnB: Território Livre’ surgiu entre os discentes durante a ditadura militar, quando a Universidade viu sua autonomia ser gravemente ameaçada. O termo foi utilizado pela comunidade acadêmica para afirmar a essência e os princípios da universidade, como a garantia do livre exercício de cátedra, da diversidade de pensamento e das liberdades científica, artística, cultural e política. A convocatória selecionará uma pessoa para participar de residência artística durante um mês e elaborar uma proposta de marcos da memória que possam ser replicados em diferentes contextos e locais da Universidade, desde praças em espaços abertos a jardins internos aos prédios dos campi.

Links Úteis