A Voz e a Força das Ruas

Terceiro ato popular ampliou adesão ao impeachment de Bolsonaro

A relação do povo brasileiro com o governo Bolsonaro está cada vez mais desgastada. Isto porque o atual presidente segue promovendo sua política unilateral de servir ao capital, sem se importar com os danos causados à população.


Em resposta ao governo, milhares de manifestantes em quase 400 cidades do Brasil e do exterior foram às ruas, no último sábado (3), cobrar que Arthur Lira (PP-AL) analise ao menos um dos mais de 120 pedidos de impeachment que os mais variados setores da sociedade já lhe encaminharam.


Além de reivindicar o impeachment, também foi cobrado agilidade no processo de vacinação, já que, após um ano e meio de pandemia, menos de 15% da população está imunizada, o que levou 524 mil brasileiros a óbito.


Também foi solicitado pelos militantes a volta do auxílio emergencial de R$600 reais e o estancamento dos ataques do governo aos setores públicos, como no caso das tentativas de aprovar a Reforma Administrativa (PEC 32), de sucateamento do SUS e dos desmontes da educação pública.