A PEC 32 abrirá portas para a corrupção


Conforme estimativa do Senado Federal, se a PEC 32/2020 for aprovada na Câmara Federal, um milhão de cargos em toda a administração pública poderão ser ocupados por pessoas sem qualquer vínculo efetivo com a administração, de acordo com os interesses de quem fizer as nomeações. Na forma como quer o governo, a reforma administrativa abrirá as portas para a corrupção na máquina pública.


Esse é apenas um ponto apresentado pela assessora jurídica da ADUnB, Dra. Larissa Rodrigues. Assista ao vídeo e saiba outros prejuízos que serão causados a servidores/as públicos/as e à população em geral, beneficiária do serviço público.