Ação solidária


Os números dos estragos provocados pelas chuvas (e pelo histórico descaso do poder público em obras de infraestrutura) são tão impressionantes quanto lamentáveis: na Bahia, 130 cidades foram devastadas pelas enchentes, destruindo a vida de 850 mil pessoas, que perderam suas casas e entes queridos – até o momento, 24 vítimas fatais. Em Minas Gerais, já são 145 cidades fortemente atingidas pelos desabamentos que desalojaram 14 mil pessoas, desabrigaram outras 3.500 e causaram 14 mortes.


A atuação do poder público no enfrentamento dessas tragédias é igualmente impressionante e lamentável: muitos prefeitos investem menos do que o necessário ao socorro culpando governadores, que culpam o governo federal, cujo presidente estava de férias e fugiu de suas responsabilidades culpando um camarão…

E quem perdeu tudo não pode esperar.


A ADUnB se une à rede de solidariedade formada por diversas entidades sindicais e civis para assistir às vítimas dessas tragédias.

Como puderem, com o quanto puderem, para onde quiserem, participem também.